FacebookLinkedInXWhatsApp
Opinião

Nada será como antes: os mercados mudaram muito mais rápido do que imaginávamos

O ano termina com todos falando da importância da biodiversidade e do investimento na economia verde

Fernanda Camargo
18 dez 2020
FacebookLinkedInXWhatsApp

Tenho certeza que 2020 mostrou a importância de se ter um propósito de vida, de ter amigos, de cuidar da família, de olhar para o outro, de ser mais altruísta.

Janeiro parecia mais um ano comum. Ainda íamos a restaurantes, ao escritório (quem lembra?), ainda nos abraçávamos, apertávamos as mãos. Em fevereiro ousamos fazer nossa última viagem em família e na volta, ao colocar a máscara no avião, eu me senti ridícula por ser uma das únicas.

Nada será como antes…

O último encontro antes da pandemia foi um almoço no IBGC (Instituto Brasileiro de Governança Corporativa) para falar justamente do papel dos conselheiros no que tange ao ASG (Ambiental, Social e Governança). Lembro de entrar no elevador e encontrar um velho amigo, presidente de uma grande multinacional – ele acabava de desligar o telefone perplexo: “Enfrentaremos tempos muito difíceis”, disse. Naquele almoço, todos ainda se cumprimentavam e se abraçavam normalmente… alguns dias depois recebemos a notícia que algumas pessoas estavam com covid-19.

Fonte: Estadão

Notícias Relacionadas

Textos relacionados

Economia

Como reconstruir a confiança global após Davos

Fernanda Camargo
21 fev 2024